SériesFilmes

Kocowa chega ao Brasil!!!

Annyeong amigos!!!

E hoje é dia de comemorar, pois Kocowa, o serviço de streaming de conteúdo asiático, finalmente chega ao Brasil.

Tudo se deu após a HashTag #KocowaComeToBrazil, viralizar no Twitter no fim de 2018 (idealizada pelo Blog Além Do Que Se Vê (ADQSV), especializado em cultura asiática). Logo após isso, criaram a petição para que eles viessem ao Brasil. Valeu a pena assinar a petição que pedia, após o cancelamento de Dramafever, para o Kocowa vir suprir a falta que ficou. Temos o Viki aqui, mas convenhamos, o DramaFever era ótimo e tinha dramas que não possuem no outro sistema. Depois de alcançar todas as assinaturas e um pouco mais, a empresa finalmente nos viu como público alvo e já entrou aqui com os dois pés na porta.

A empresa, que é americana, é composta pelo conteúdo das três dos maiores canais de TV coreanos: Korean Broadcasting System (KBS), Munhwa Broadcasting Corporation (MBC) e Seoul Broadcasting System (SBS).

O serviço conta com séries sul-coreanas,ou k-drama/doramas, além de programas de variedade como Running Man (muito bom por sinal, sou grata por esse conteúdo) e Weekly Idol (para ver os nossos queridinhos em tela grande). Além disso, a plataforma também conta com transmissão de programas de k-pop apenas horas depois de passarem na TV. Sabemos que aqui pode demorar um pouco por conta da legenda.

O serviço estará disponível no Brasil a partir de 12 de agosto de 2019 por meio de três tipos de assinatura, vamos lá:

A assinatura anual custará R$ 149,99 para novos assinantes, a mensal será R$ 19,99 também para novos assinantes e a diária custará R$ 3,70. O catálogo de lançamento contará com 40 k-dramas legendados em português. Alguns conteúdos são gratuitos, mas são poucos.

O app já está disponível para baixar, porém sem conteúdo legendado.

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Lari Azevedo
Larissa Azevedo nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Desde pequena é apaixonada por arte, games, cultura pop, cores e literatura. Formada em Design Digital, é responsável pela parte visual e de conteúdos do Burn Book e também do AsianCulture, e é, juntamente com o Guilherme Cepeda, autora da série de livros "Série Minha Vida", e como fuga, lê todos os livros que pode, escreve e brinca no Photoshop.

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:Séries